terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Antes de o ser, já o era?

Apesar de lido, custa a acreditar que a falta de honestidade intelectual tenha chegado a tais extremos. Rezam "as crónicas" que a deputada da coligação PàF, e vice-presidente da bancada parlamentar do CDS, Cecília Meireles teve o desplante de atribuir ao PS a responsabilidade pela estagnação da economia portuguesa ontem anunciada pelo INE relativamente ao 3º trimestre deste ano, período, durante o qual, recorde-se, o país continuou a estar sujeito à governação da direita.
Diz a deputada que "o CDS alertou várias vezes para aquilo que infelizmente está agora a acontecer. A situação de instabilidade política que se gerou e que se gerou sobretudo pela actuação do PS tem consequências". 
Instabilidade política quando o país era governado pelos partidos da direita, PSD e CDS? Quem, antes das eleições, se teria lembrado de uma coisa destas? Nem a deputada Cecília Meireles, aposto eu.
Mesmo que para ser deputado/a não seja pedida aos candidatos a comprovação de posse de algum grau de sensatez, não pode deixar de ser exigido a quem se senta nas bancadas do Parlamento um mínimo de seriedade, mínimos que a deputada Meireles, pelos vistos, não tem.

2 comentários:

São disse...

Esta Direita é capaz de tudo, realmente!!!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ela foi despedida e deu lugar ao Adolfo Mesquita Nunes por manifesta incompetência para exercer o cargo de sec. estado do turismo