domingo, 4 de junho de 2017

O belo e o simples

À vista da Igreja de Nossa Senhora da Alcáçova (no interior do Castelo de Montemor-o-Velho - dentre os que conheço um dos que se encontram em melhor estado de conservação) pergunto-me se os dois conceitos  (belo e simples) não serão coincidentes.









3 comentários:

Graça Sampaio disse...

O românico no seu melhor. Muito bonito.

SILO LÍRICO - Poemas, Contos, Crônicas e Outras disse...

Vim aqui pela visão
Dessa singela igrejinha.
Parece a capela minha
De minha terra - Armação

Antes Vila São João
Padroeiro que ela tinha,
Primeiro santo na linha
Portuguesa de então.

Parabéns pela beleza
Guardada na singeleza
Dessa igrejinha modesta

Com majestade de alteza
Que opaca, ela é acesa
Como o Sol por uma fresta.

Parabéns, meu amigo pelo extraordinário espaço cultural! Voltarei mais vezes a enriquecer meus conhecimentos e deleitar-me com a doçura das postagens. Parabéns e minha gratidão pela partilha. Grande abraço. Laerte.

Francisco Clamote disse...

Eu é que tenho que agradecer tão magnífica contribuição. Abraço.