segunda-feira, 14 de julho de 2014

A nuvem de mosquitos


Acho graça, confesso, ao dito, ouvido há dias, de que este governo é como uma nuvem de mosquitos. De facto, o dito não está mal visto, pois, como explicava o autor da graça, estes governantes são, tal como os mosquitos, seres insignificantes e, tal como os mosquitos, têm a capacidade de transformar a nossa vida num inferno.
(Imagem daqui)

3 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Chicamigo

Coitados dos mosquitos com tal comparação...

Abç

Há Natália Correia na Travessa. Resultado: o Leão da Babilónia não é um leão: é uma leoa...

Majo disse...

~
~ Não concordo consigo, Francisco.

~ Não poderei classificar de insignificantes meia dúzia de incompetentes que conseguiram destruir o Estado Social do nosso país.

~ Mas um bando de mosquitos hematófagos é uma comparação perfeita, na medida que são uns parasitas que nos sugam e apesar do nosso desespero, não desistem de nos infernizar a vida.

~ ~ ~ Uma excelente semana. ~ ~ ~

Francisco Clamote disse...

Concordo consigo, Majo. Excelente a definição de hematófagos.