sexta-feira, 24 de abril de 2015

Pelo Alentejo andando: a vez do Redondo

Se não estou em erro, Redondo era a única sede de concelho de todo o Alentejo onde nunca tinha estado. A falta acaba de ser remida (espero eu) com a passagem que me permitiu obter as fotos que a seguir se reproduzem.
Porta do castelo, conhecida por "Porta do Postigo" ou "Porta do Relógio".
(O castelo é uma construção de forma aproximadamente oval e de pequenas dimensões, constituída por uma pano de muralhas, uma torre de menagem (ver a seguir) e duas portas que servem uma única rua (na imagem em baixo). Uma das portas é a citada "Porta do Postigo" e a outra é a conhecida "Porta da Ravessa" que há anos vem sendo reproduzida nas garrafas de vinho comercializadas pela adega cooperativa local sob idêntica designação.


 Torre de menagem com vistas do exterior e do interior do castelo, respectivamente.

Rua no interior do castelo

Pelourinho em mármore no exterior do castelo, nas proximidades da "Porta do Postigo"

Igreja fotografada a partir do interior do castelo. a funcionar actualmente como museu da paróquia.

Edifício da Câmara Municipal

Fonte em mármore implantada na Praça da República em frente do edifício da Câmara Municipal

6 comentários:

Elvira Carvalho disse...

Obrigada pelo passeio virtual. Como já disse uma vez quase não conheço o Alentejo.
Um abraço e bom fim de semana

Majo disse...

~ ~
~~ Grata pela excelente reportagem de Redondo, Francisco.

~~ Ótimo fim de semana e continuação de felizes passeios.

~~~~~ Beijinho amigo. ~~~~~
~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Francisco Clamote disse...

Bom fim de semana para ambas (Elvira e Majo) e, já agora, alegres comemorações do 25 de Abril.

Xisto disse...

Obrigado por me lembrar que o Alentejo, do ponto de vista patrimonial, é a única região do país em que parece estarmos na Europa civilizada.

Francisco Clamote disse...

Concordo, Rui.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já fui tão feliz aí!...