sexta-feira, 18 de abril de 2014

Enganar


Vou um pouco mais longe que o Fernando Madrinha (hoje, no Expresso): a estratégia de comunicação deste governo não se resume a "confundir e baralhar" o que, só por si, já significaria estarmos perante uma estratégia deplorável e reprovável, mas ao "confundir e baralhar" há que acrescentar o "aldrabar". Sem esta componente, o governo não teria o sucesso que tem tido em alcançar o objectivo que prossegue, desde a primeira hora: ENGANAR.