quarta-feira, 2 de abril de 2014

Viver acima das possibilidades à custa do contribuinte

Este governo, para conseguir a "saída limpa" de que tanto se tem falado ultimamente e que mais não é do que a forma encontrada para mascarar de sucesso a política de austeridade que tem vindo a seguir,  não hesita em esbanjar uma fortuna.
Digo esbanjar, porque, de facto, estamos perante uma opção que se traduz em gastar milhões, em benefício da  imagem do governo e com prejuízo para a realização das funções do Estado, opção que, por isso, é, antes de mais, um abuso de confiança, pois estamos perante um desvio de dinheiros do erário público, dinheiros que, seguramente, não foram postos à disposição do governo para fazer propaganda em proveito próprio.
Bem vistas as coisas, temos de concluir que, afinal, a um  governo paladino da austeridade,  não repugna nada viver acima das suas possibilidades, desde que à custa do contribuinte. Pelos vistos, muito pelo contrário. Bem prega frei Tomás...

2 comentários:

Majo disse...

~
~ Os peritos confirmam: um descalabro total. ~

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Tudo farão para que em 2015 possam aliviar um bocadinho o cinto. Será o suficiente para voltarem a enganar os portugueses que, agradecidos, os irão reconduzir para novo mandato.
Não é peta...é futurologia com alto grau de possibilidade de acerto.