segunda-feira, 23 de junho de 2014

O Tó Zé ...

...tem alguma semelhança com este juvenil de Pega-azul (Cyanopica cyanus) saído extemporaneamente do ninho. Tal como ele, Seguro não  tinha asas para voar e, porventura, tal como ele não sabia. 
As semelhanças, no entanto, terminam aqui. O juvenil de Pega-azul com o tempo transformará os "canudos" em penas e lançar-se-á, veloz, nos ares. António José Seguro perdeu definitivamente qualquer hipótese de algum dia voar, porque os portugueses sabem hoje a massa de que é feito. 

6 comentários:

O Puma disse...

Ao quisto chegou

José Ferreira Marques disse...

Ele é mais pardalito. As pegas picam a sério...

Graça Sampaio disse...

Bela comparação! Belo texto com o qual concordo plenamente.

Beijo

Majo disse...

~
~ ~ Escolhe a pior porta, para fazer
~ uma saída sem honra...

~ ~ ~ Uma semana agradável. ~ ~ ~

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Bela analogia, Francisco.
Regressas em grande
Abraço

Lince Vigilante disse...

Mas mesmo no estado em que aqui se apresenta, este Cyanopica Cyanus é um verdadeiro falcão se o compararmos com o pobre Seguro...