quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Ir por lã e sair chamuscada

É o que antecipo que irá acontecer à líder do CDS/PP, Assunção Cristas (na imagem), com a iniciativa de apresentar na Assembleia da República uma moção de censura ao Governo, na sequência dos incêndios que têm devastado o país. Antecipo e desejo.
Como ela e o seu partido não estão isentos de responsabilidade no que respeita ao objecto da moção de censura (muito pelo contrário) lenha (*) para se chamuscar, enquanto ex-ministra da Agricultura do governo Passos/Portas, é coisa que não vai faltar. Espero bem.

(*) Uma pequena acha: «Julho de 2012, Catraia, Tavira... Era então Ministra da Agricultura Assunção Cristas... Aquele que foi considerado até este ano o maior incêndio ocorrido em Portugal, devastou 24 000 hectares da Serra do Caldeirão, atingindo os concelhos de São Brás de Alportel e de Tavira, percorrendo mais de 30 km, só parando quase às portas daquela cidade. felizmente não houve vítimas. O relatório elaborado então por Prof. Domingos Xavier Viegas apontou falhas graves na coordenação e combate, erros na percepção e análise do incêndio e falhas estruturais da estrutura de defesa da floresta e falhas nas comunicações (menos no SIRESP)..» (Luís Brás)

3 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ela nem sequer percebeu que Marcelo lhe estendeu uma passadeira vermelha onde ela se vais estender ao comprido, dando espaço ao PSD para recuperar o seu lugar. Como me dizia há dias um amigo, com o entusiasmo dos resultados em Lisboa, a Cristas ficou contusa.

Unknown disse...



A liberalização da plantação de eucaliptos arrumou definitivamente A.Cristas e a sua moção. Vai ver-se em apuros quando a dita moção se tornar penosamente numa moção à sua passagem pelo M.º Agricultura e todas as decisões tomadas a favor da celulose e contra a segurança das populações. Precipitou-se

A Nossa Travessa disse...

Meu caro Chicamigo

Escrevo hoje este comentário e já sei da rejeição. A Cristas baixo a crista. Vamos ver o que isto dá...

Creio que recebeste o meu artigo Um pesadelo horrendo. Se o quiseres comenta-lo
podes fazê-lo na NOSSA TRAVESSA. Obrigado

Abç do Henrique, o Leãozão