domingo, 11 de abril de 2021

A Petição


A crer nos órgãos de comunicação social, já terá sido assinada por mais de 120.000 indivíduos uma petição endereçada ao presidente da Assembleia da República, à provedora de Justiça e ao presidente do Supremo Tribunal de Justiça, reclamando o afastamento, de imediato, "de toda a magistratura", do juiz de instrução, Ivo Rosa, depois de o mesmo ter publicitado o despacho por ele proferido no megaprocesso que é conhecido por "Processo Marquês".
Não é minha intenção apreciar a bondade ou sequer a oportunidade da petição, embora me pareça tratar-se de peça tola, porque inútil, visto que nenhum dos destinatários tem poderes para dar satisfação ao demandado, já que o exigido está muito para lá dos poderes de qualquer deles, poderes que, num Estado de direito, como é suposto ser o português, não podem ser ultrapassados.
O meu propósito é o de, muito mais modestamente, chamar a atenção para o avanço civilizacional que esta petição representa. Note-se que, com efeito, quer o promotor, quer os assinantes já não reclamam, nem o lançamento do juiz ás feras, como era de uso no circo romano, nem sequer a sua imolação pelo fogo em fogueira acesa na praça pública, à vista e com o aplauso do povoléu. A populaça contenta-se agora com a simples "afastamento de toda a magistratura". Isto é progresso, não há como negar.
Porém, como não há bela sem senão, forçoso é reconhecer que também neste caso, há aspectos que põem em causa o (propositadamente falso) optimismo do parágrafo antecedente: a assinatura da petição por tanta gente e em tão curto espaço de tempo, mostra com clareza que a populaça é propensa a ser ludribiada e condicionada por um qualquer demagogo ou vendedor de banha da cobra que nem precisa de ser especialmente dotado, espécimes que, lamentavelmente, enxameiam, sem controlo, na comunicação social.
(créditos da imagem supra: Mario Cruz / Pool / Lusa. Obtida aqui.)

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Dobra, mas não quebra

Pinheiro-bravo (Pinus pinaster) vergado pela força do vento

[Local e data: plataforma superior da Arriba Fóssil (Charneca da Caparica - Almada), em 26 - Fevereiro - 2021]

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Em antecipação da Primavera

Erva-vespa (Ophrys lutea)

Campainhas-amarelas, Cucos, Campainha-dos-montes (Narcissus bulbocodium subsp. obesus)

Cinoglossa-de-flor-fechada (Cynoglossum clandestinum)

Cardinho-das-almorreimas (Centaurea pullata)

Margarida-do-monte (Bellis sylvestris)

Peregrinando pela Arrábida, 24 - Fevereiro - 2021

sábado, 20 de fevereiro de 2021

quinta-feira, 18 de fevereiro de 2021

O (in)Desejado

 

 "D. Sebastião" ou virá ou não. Sebastianistas é que nunca faltam. E até o nevoeiro, pelos vistos, também não!
(Imagens colhidas na edição impressa do "Público" de hoje)