segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Novas do desajustamento

O governo e a quadrilha de comentadores da estirpe dum José Gomes Ferreira ou dum Camilo Lourenço não se cansam de nos encher os ouvidos com loas sobre o sucesso do ajustamento da economia portuguesa, não obstante os números persistirem em dizer o contrário. É o caso de hoje em que as notícias nos dão conta de que o desajustamento continua.

De facto, de acordo com o Banco de Portugal, "a dívida pública, segundo os critérios de Maastricht, aumentou em julho em relação ao mês anterior, tanto em termos brutos como líquidos", tendo subido "de €223,27 mil milhões no final de junho para €224,53 mil milhões no final de julho". (Fonte)

3 comentários:

Majo disse...

~
~ ~ Não são boas notícias mas, por serem dados macroeconómicos, não sei avaliar o seu verdadeiro alcance.
~ ~ O autor fala em risco e bancarrota. Haverá, realmente, essa possibilidade?!

~ ~ ~ Uma boa e plácida semana. ~ ~ ~

Graça Sampaio disse...

E quem é que ainda vai em loas? Muito menos desses parvalhões!!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O Coito do Estado Novo tem lídimos sucessores na paineleirite nacional