sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Onde param os "camionistas"?


Não obstante estarmos a ver os combustíveis a bater sucessivos máximos históricos e a subir há quatro semanas seguidas, os "camionistas" não tugem nem mugem.
Não estou, como é óbvio, a sugerir a repetição dos desacatos então verificados, mas estou sim a lembrar que tal gente, durante os Governos anteriores, levou a cabo, por duas vezes, acções contra o aumento dos combustíveis, que se traduziram em cortes de estradas, apedrejamentos, ferimentos e morte, se não estou em erro.
E estou a recordar-me que à frente dos desordeiros aparecia, na altura, um indivíduo conotado pela comunicação social com o PSD.
Quanto a mim, os factos falam por si. O PSD era, na altura, oposição raivosa e agora é poder. Será que para  entender o que se passou e o que ora se passa é preciso acrescentar algo mais à carta? 
(ilustração daqui)

4 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

or acaso já tenho comentado isso várias vezes em roda de amigos. É um mistério indecifrável.
Boas férias, Francisco
Amanhã concretizo o roubo que lhe comuniquei...
Obrigado

Anónimo disse...

E já agora, perante a seca que nos atormenta, outra pergunta:
Por onde andam os agricultores, com as cenas pungentes de animais a morrerem de sede e de fome, sem dinheiro para rações, e a ameaçarem com marchas de tractores sobre Lisboa?
Será que o sorriso "Cristão" lhes apagou as dificldades, ou será que a Comunicação Social, então totalmente dominada por Sócrates(!), não vê agora interesse em noticiar a situação?!

Luis Moreira disse...

Ou será que perante a situação perigosa em que o país foi lançado as pessoas têm bom senso?

Francisco Clamote disse...

Luís, não me faça rir. Já vai sendo tempo de mudar de conversa. Abra os olhos.