quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Ainda não foi desta que o "morto" ressuscitou


"A secretaria do Tribunal Constitucional encerrou sem que o Presidente da República tenha ali entregue hoje, último dia do prazo, um pedido de fiscalização preventiva da constitucionalidade do OE 2013."


A verdade é esta: estavam reunidas todas as condições para que o "morto" regressasse à vida. Pode mesmo afirmar-se que dificilmente poderá ocorrer uma oportunidade tão, ou mais, favorável. O certo é que, mesmo assim, o "morto" não ressuscitou. Assim sendo, é de afastar definitivamente a possibilidade de ressurreição. Pelo menos no que diz respeito ao "peso morto" instalado em Belém.
(Notícia e imagem daqui)

2 comentários:

Graça Sampaio disse...

Mas alguém alguma vez pensou que ele tinha "coisos" para mandar o OE para o TC?! Não sejamos ingénuos!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Como se esperava, aliás...