sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Cavaco, escuta!

Se Cavaco Silva persistir em cobrir, com o seu silêncio e inacção, o desastre provocado pela governação da Comissão Liquidatária liderada pelo primeiro-ministro Coelho, desastre bem evidenciado pelos números ontem e hoje divulgados pelo INE (taxa de desemprego de 16,9%, no final do 4º trimestre de 2012 e recessão de 3,2% no ano transacto), suspeito que o ocupante do Palácio de Belém terá toda a vantagem em começar a levar a sério os apelos, em geral, bem humorados, surgidos nas redes sociais, pedindo-lhe para renunciar, seguindo o exemplo do Papa Bento XVI.
Seguindo-lhe o exemplo (a sério) Cavaco já nunca evitará ser tido na conta de um "pequeno" presidente da República, mas ainda pode evitar ficar para a história com não mais do que um presidente da clique que está a conduzir o país para a miséria. Ou, o que será pior, para uma tragédia, pela qual, um dia, também ele será responsabilizado, por não ter demitido este (des)governo. E começam a ser escassas as condições para o fazer em tempo útil. É o que eu acho. A sério.

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Como escrevi há dias no CR, Francisco, Cavaco nada fará e está-se marimbando para o que acontecer, porque dirá sempre que tinha avisado e assim lava a sua consciência.Além disso o fantasma dele que se passeia pelos jardins de Belém, também não o chama à razão, porqeu anda entretido a contar os lucros do BPN.