sexta-feira, 23 de agosto de 2013

"Não há bela sem senão"

Confirmaram-se as expectativas quanto à visita ao Parque Nacional Plitvice a que me referi neste "post". O parque é, na verdade, deslumbrante, com uma paisagem onde domina o verde das árvores e o rumorejar da água por todo o lado, ora despenhando-se em inúmeras cascatas, ora repousando em numerosos lagos, parque que, por alguma razão é considerado pela UNESCO como Património da Humanidade, desde 1979.
É claro que muita da beleza que o Parque encerra, nomeadamente no que respeita à fauna e à flora, escapa ao visitante que nele permanece apenas algumas horas.
Talvez devido à brevidade da vista, acaba por lembrar ao visitante o ditado de que "não há bela sem senão". Senão que, neste caso, se traduz nas longas filas em que em que se é forçado a esperar, e não nas melhores condições, pela vez de entrar nos barcos que fazem a travessia dos lagos. Um senão pouco relevante, é certo, perante o enorme interesse da visita, mas ainda assim um senão que não poderia ficar esquecido no teclado, em nome da objectividade.,.
E por aqui me fico. Sobre o mais, que falem as fotografias.












1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não tive esse contratempo, muito provavelmente porque visitei o Parque em Junho e em 2002 a Croácia ainda não estava na moda.
Pena não teres passado lá a noite, Francisco,porque terias visto a maior aglomeração de pirilampos que alguma vez te foi proporcionado ver.Um espectáculo deslumbrante para que não tínhamos sido avisados Bem, isto se eles ainda não emigraram...
Olha, vou escrever um post sobre isso, um destes dias...
Abraço e continuação de boa viagem e boas férias