segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Onde é que o Aníbal andava com a cabeça?

Se é legítimo, como diz Cavaco que os portugueses se interroguem sobre  "O que é que andaram a fazer os accionistas e os gestores" da PT?, mais legítimo é. de longe,  que questionem onde é que Cavaco andava com a cabeça quando condecorou Zeinal Bava, precisamente a personalidade com maiores responsabilidades na gestão da PT. E não foi assim há tanto tempo que pudesse servir de desculpa para justificar o esquecimento de Cavaco, pois ainda só passaram 4 meses.
Cavaco, que é conhecido por, segundo afirmou, nunca ter dúvidas e por raramente se enganar, ou vice-versa, (o que vem a dar no mesmo) merece também ficar recordado como o presidente que é capaz de cair em contradição, como se não fosse nada com ele. Este comportamento tem um nome feio. Adivinhem qual é.
(imagem daqui)

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já agora também é legítimo perguntar o que é que andou Cavaco Silva a fazer durante os últimos três anos!