quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Um êxito indiscutível: a emigração em massa

Este governo de cabeças-de-abóbora passa o tempo a reivindicar sucessos, lá onde, a generalidade dos portugueses só descortina fracassos. Há, no entanto, um sucesso que este governo tem toda legitimidade para reclamar. Quem não se lembra de ouvir Passos Coelho e outros pantomineiros do seu governo a apontar aos portugueses o caminho da emigração?
Ora, é indesmentível que esse apelo teve um indiscutível sucesso. Para tal concluir, basta atentar nos números divulgados no relatório estatístico do Observatório da Emigração: "No ano passado, emigraram cerca de 110 mil portugueses." No ano anterior, em 2012, já tinham emigrado 95 mil. “O mais provável é que em 2014 este número volte a aumentar ligeiramente”.
Há quem, perante estes números, conclua que esta emigração é a prova mais acabada do falhanço da "política de empobrecimento" de que este governo se reclama. Trata-se, porém, de gente mal intencionada que não consegue compreender que esta debandada casa perfeitamente com a política dos vistos "gold", entregue à supervisão do vice-pantomineiro Portas. Não se está mesmo a ver que para atrair gente com "massa" é preciso fomentar a emigração em massa? Há que arranjar espaço, ou não?

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Estes números provam à saciedade, por que razão o desemprego está a diminuir.

Majo disse...

~ ~ Mais do que deprimente, deveras assustador por representar a amputação dos nossos melhores valores sociais, em massa!

~ ~ Eu que detesto soluções violentas, reconheço que talvez um maço a funcionar nas abóboras que referiu, seja a solução...