segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Uma nulidade chamada Cavaco Silva, Presidente da República

"Acha que o Presidente está a ser parcial?
Completamente, com este Governo. O que é muito grave para o funcionamento do sistema. A grande vantagem do sistema semipresidencial é precisamente não apostar tudo no vector parlamentar e governamental. É ter outro órgão com legitimidade democrática plena que pode fazer o balanceamento e desempenhar o papel de moderação..
Quando o Presidente se alinha completamente com o Governo e contra a oposição, perde todas estas faculdades e deixa de acrescentar alguma coisa de positivo. Nestes últimos anos, é como se vivêssemos em sistema parlamentar. O Presidente não acrescenta absolutamente nada."

(Extracto do texto duma entrevista dada pelo constitucionalista Jorge Reis Novais publicada hoje no "Público", edição impressa. Destaque meu.)