quarta-feira, 15 de outubro de 2014

"Novo Banco é do Estado"

A Comissão Europeia, pelos vistos, não subscreve as aldrabices do governo de Passos, do Banco de Portugal. 
(O texto da notícia pode ser lido aqui)

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

E assim sendo, lá vai o défice disparar para os 7,5%