quinta-feira, 22 de maio de 2014

A dívida pública a trepar

Informa ao Banco de Portugal (BdP) que "a dívida pública portuguesa subiu para os 132,4% do Produto Interno Bruto (PIB) no final do primeiro trimestre, acima dos 129% registados no final de 2013". Fica a saber-se por outro lado que o governo já previa, de  facto, no Documento de Estratégia Orçamental 2014-2018, que a dívida continuaria a subir este ano mas apenas até aos 130,2% do PIB. Os dados do BdP confirmam, pois, que a dívida pública pública continua a subir, mas não só. Confirmam também que ela sobe a um ritmo muito superior ao previsto. Ou seja, a dívida pública não só sobe, também já trepa.
Ora, com um governo "poupadinho" que passa o tempo a vangloriar-se com a baixa da taxa de juros da dívida pública (como se o fenómeno fosse devido a mérito seu, que não é, como é sabido) e que cortou cerce e sem qualquer critério no investimento público, os resultados anunciados pelo BdP surgem como algo simplesmente impossível. De facto, se os juros da dívida pública baixam; se o governo não investe e não é, alegadamente, despesista; e se nunca se cobraram em Portugal, impostos tão elevados,  para onde se somem os dinheiros públicos ?
É uma pergunta que se impõe, parece-me. E não só. Também acho que até ao próximo dia 25 os portugueses gostariam de saber.

3 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

A dívida a subir; os juros a subir. É altura de chamara a Manuela Bravo " Sobe, sobe, balão sobe!"

Majo disse...

~
~ Sobe a miséria e sobe a indignação dos que nunca se imaginaram endividados.

~ É óbvio que o governo deve muitas explicações aos portugueses, não as faz
porque teme a não compreensão dos estranhos meandros da alta finança...

A.Teixeira disse...

Pergunta pertinentíssima, meu caro Francisco Clamote.