sexta-feira, 9 de maio de 2014

Por onde anda a tão apregoada capacidade intelectual de Portas?

É caso para perguntar, ou não?

2 comentários:

Majo disse...

~
~ Mais uma razão para eu ser muito cética em relação a ela--
a pretensa extraordinária capacidade intelectual de Portas.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Meteu lá umas datas e, como os cábulas, deu o trabalho por concluído