quarta-feira, 27 de março de 2013

Congelem-se

E mais não disse sobre o tema.
Se não se desse o caso de já estarmos habituados às vacuidades do assim falante, talvez fosse de sugerir a criação, na Presidência da República, de um lugar de intérprete. Tratando-se de vacuidades, o melhor é,  uma vez que estamos numa empresa de congelados, congelar mais esta, que as anteriores congeladas estão.. 

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O tipo saiu do congelador para dar mais uma bicada ao Sócrates e ao PS.
É um miserável!