quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Sem passado e sem futuro

Se Seguro rejeita o passado do seu partido, passado de que se deveria orgulhar, certamente que também não terá grande futuro. Pelo menos, com o meu voto em eleições legislativas, deixou de contar. Digo isto para que conste e para não ter que gastar mais latim com semelhante figura.
Atrás de Passos, outro Passos? Não!!!!
(Imagem daqui)

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Apoiado, Francisco, mas António Costa com estes avanços e recuos também não está a ficar bem na fotografia...

antónio ribeiro disse...

Sou militante mas faço minhas as suas palavras. Sem programa alternativo que dê esperança às pessoas, sem nenhuma capacidade de mobilização que não seja a dominação do aparelho e dos meninos queques que aparecem a vociferar contra a deslealdade, com a escolha de candidatos autárquicos a que estamos a assistir ( já só falta ir buscar o carrilho para lisboa) só é de esperar a continuação do desmantelamento da sociedade construida ao longo dos últimos 38 anos e novas vitórias das forças que lideram esse desmantelamento até que não sobre pedra sobre pedra