quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Estamos feitos!

Basta dar uma vista de olhos ao gráfico (infra) para não restarem dúvidas que se está a perder em S. Bento um bom  contador de anedotas. O mesmo que já ontem tinha dado boas provas da massa de que é feito, ao pronunciar-se sobre os novos dados sobre o aumento do desemprego. Dantes, quando tais números eram anunciados ainda aparecia um ou outro ministro a declarar que os números eram "preocupantes". Agora, este contador de anedotas limita-se a dizer que o aumento do desemprego está "em linha" com as previsões do governo, afirmação que, para além de revelar uma assinalável falta de sensibilidade social, não deixa de ser uma outra boa anedota, pois, que se saiba, as previsões do governo não batem certo com o dados espelhados no gráfico.
Mas, a bem dizer, nem é necessário o gráfico para concluir que Passos Coelho passa a maior parte do seu tempo como primeiro-ministro a contar anedotas, para não dizer mentiras. Basta pensar no que é a vida das centenas de milhares de pessoas desempregadas e sem subsídio de desemprego que continuam a aumentar de forma galopante; atentar noutros dramas semelhantes de que são vítimas os idosos e outros carenciados; e olhar para que se passa na  vida do cidadão comum deste país e à sua volta. 
Com um primeiro-ministro desta estirpe, já estou como o outro que dizia: Estamos feitos!

(Clicando na imagem, amplia)

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Começo a penar que o Coelho anda a gozar connnosco e à noite, em conversa com o Gaspar devem divertir-se à brava.