sábado, 29 de setembro de 2012

Ainda ficas a nadar em seco!


Uma pequena nota assinada por A.S. na página 9 do Primeiro Caderno do Expresso de hoje relata, ipsis verbis e sob o título 'PM disse "não" a Monti', o seguinte:

'Mario Monti convidou Passos Coelho, enquanto líder do PSD, para a reunião da Internacional do Centro (que inclui o PPE, de que o partido de Passos faz parte) mas o primeiro-ministro decidiu não ir a Roma. Passos alegou razões de agenda (nesse dia havia debate quinzenal na AR e Conselho de Estado). O líder do PS propôs por escrito adiar o debate caso o PM quisesse ir à reunião com os homólogos italiano e espanhol, mas o Conselho de Estado manteve o bloqueio da agenda. Só que Passos nem se fez representar em Roma. Fonte oficial explica: 'Não é a nossa praia'".

Já se sabia que a "praia" de Passos é lá mais para o lado das águas frias do Reno.No entanto, ninguém me tira a ideia de que Passos Coelho, ao desprezar as águas quentes do Mediterrâneo, está a correr o sério risco de, mais dia menos dia, ficar a nadar em seco, pois fica a depender inteiramente dos humores da senhora Merkel. 

2 comentários:

Carlos M. Silva disse...

Olá
Creio que sim ..que vai bracejando ..e até isso corre o risco de perder,os braços!
Aliás ao ouvir (e ouvi bem!) um tal de Borges (quem? criou alguma empresa? qual?) sentenciar que os (a maioria?) empresários que terão (alegadamente..)'sussurrado a medo' não concordar com a 'trapaça financeira da TSU',chumbariam 'na sua cadeira do 1º ano' (que soberba, a deste!)-e no entanto terá alguma razão face às qualificações da maioria dos empresários nacionais-não posso deixar de me perguntar: "e o Pedro, já está no 2º ano da sua cadeira? de quantos anos precisa como seu tutor?"

Cumprimentos e obrigado pela clareza do que escreve,
Carlos M. Silva

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Eu iria mais longe, Francisco. Tudo indica que Merkel perderá as eleições de Março na Alemanha para o SPD que é a favor das eurobonds e outras medidas que PPC rejeita. Qual será a posição do nosso PM ( partindo do princípio que ainda o será nessa altura)