quarta-feira, 23 de novembro de 2011

Embusteiro: não há como o primeiro

"Seria um embuste" dizer que a economia vai crescer (afirmação atribuída pelo "Público" a Passos Coelho)
A este propósito convém lembrar que o primeiro membro do actual (des)governo a anunciar o fim da crise em 2012, não foi o ministro Álvaro. Foi precisamente um indivíduo que dá pelo nome de Pedro Passos Coelho. E cito, para não haver dúvidas: 

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Bem lembrado, Francisco. Na mouche!

majo disse...


Foi o fim a que assistimos...