segunda-feira, 28 de outubro de 2013

Como qualquer coelho que se preze

São os  dois (Barroso e Coelho) farinha do mesmo saco, como é sabido. Todavia, não admira que Coelho se prepare para levar a palma a Barroso, porque a espécie conhecida pelo nome comum de coelho  é especialista em cavar "tocas", ou "buracos" para utilizar um termo mais vulgar em linguagem popular.
O pior está no facto de o Coelho de que ora se fala, nem com as carradas de areia transformadas em medidas extraordinárias, conseguir tapar os "buracos" que, ao longo do tempo tem vindo (e continua) a escavar.

3 comentários:

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Clamotamigo

A escavar e a escavacar, com ajuda à produção do Imóvel de Belém.

Abç

Henrique

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

O coelhinho nunca mais se pira para o circo com o Pai Natal?

Graça Sampaio disse...

Tapar? Como tapar? Ele escava cada vez mais e nós bem que nos afundamos neles. E o escavacado de Belém a vê-los passar!

Cambada!