quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Imagino

Imagino. Aliás, a bem dizer, nem é preciso imaginar. Está à vista. Só falta saber o coelho que vai saltar da cartola. 

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Ele lá sabe a capacidade dos assessores que tem...