sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Em matéria de propaganda, não é parvo

Afinal, o mal-estar instalado na sociedade portuguesa, perante as inauditas medidas de austeridade decretadas e anunciadas pelo actual governo, deriva tão só do facto de terem sido mal comunicadas. Quem o afirma é a ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz.
Creio bem que está enganada a ministra. Marques Mendes, ex-presidente do PSD, personagem que, embora não fazendo parte do governo, "bebe do fino", acaba de revelar que "há medidas no orçamento, que não foram até ao momento divulgadas, de incentivo à economia e ao emprego". A crer em Marques Mendes, o mais correcto será concluir que a estratégia de comunicação e propaganda deste governo até está muito bem afinada, ao deixar para o fim o anúncio de medidas que, de algum modo, podem servir de paliativo em relação às medidas gravosas já conhecidas. 
Diria, até, a confirmar-se o facto, que, em matéria de propaganda, este governo, ou alguém a trabalhar para ele, não é nada parvo.  

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Há uma semana MM falava de assalto à mão armada, ontem na TVI disse que era muito positivo.
Hoje foi fazer parelha com Marcelo aos Açores, para dar um empurrãozinho à Berta
Isto está tudo ligado
Abraço e bom fds

Graça Sampaio disse...

Pois! Se eles nos tivessem explicado bem, nós nem nos importávamos nada de lhes dar os vencimentos completos! Meliantes!