sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Mais uma perda

A notícia do falecimento de Manuel António Pina, poeta, escritor e jornalista, meu conterrâneo, porque natural do mesmo concelho (Sabugal), onde ainda não há muito tinha sido homenageado, tão frequentes vezes aqui citado, apanhou-me desprevenido.
É verdade que já há algum tempo que não via publicadas as suas crónicas no JN, crónicas que era um prazer ler, porque cheias de humanidade e de humor.
É mais uma perda, e grande, para as letras portugueses e para cada um dos seu leitores, onde me incluo. 
(síntese da sua biografia: aqui)

3 comentários:

Graça Sampaio disse...

Estou em choque! O que eu gostava de ler as suas crónicas! De que terá falecido? Estou muito triste.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Sabia há umas semanas que ele estava muito doente e não recuperaria, pelo que não fui apanhado de surpresa.
Perdemos um jornalista, um poeta, um cronista e uma excelente pessoa!

S. Bagonha disse...

Mais um dos bons que partiu. E que nos deixa mais pobres.