segunda-feira, 14 de maio de 2012

A lei das compensações

Noticia o "Público", na sua edição de hoje, e também on line, que, em 2011, as remunerações dos presidentes executivos das 20 principais empresas cotadas na bolsa de Lisboa aumentaram 5,3%. Como estamos em época de crise, para compensar, a média salarial dos trabalhadores caiu quase 11%.
É a chamada lei das compensações a funcionar. Em tempos de aperto económico e financeiro,  o dinheiro não chega para tudo e, como diz o nosso, graças a Cavaco et al., primeiro-ministro, há que fazer opções e olhar para os mais desfavorecidos. Como é o caso,  evidentemente!
É por esta e por outras de semelhante cariz que, de cada vez que ouço Passos/Coelho falar em "distribuição equitativa dos sacrifícios", sou assaltado pela vontade irreprimível de o mandar para as urtigas.

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

É a ética e a equidade do Coelho no seu melhor, Francisco
Abraço