quinta-feira, 3 de maio de 2012

Um retrato de Passos/Coelho

E, a meu ver, um perfeito retrato, na perspectiva considerada:
"(...) temos um primeiro-ministro que se parece cada vez mais com um apresentador do boletim meteorológico; anuncia o empobrecimento geral do país e o aumento dramático do desemprego com o mesmo distanciamento impotente que deparamos na expressão daqueles que diariamente nos antecipam o quadro climático dos dias seguintes. É, aliás, de crer que estes perante a obrigação de anunciarem a iminência dum furacão ou de um terramoto revelem uma comoção genuína, em absoluto ausente das comunicações de um chefe de Governo que julga encontrar um certo sentido de Estado no acto de enunciação de más notícias. (...)
(Francisco Assis, "Primeiro-ministro ou apresentador do boletim meteorológico"; in "Público" de hoje, edição impressa)

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Lá dizia o outro, que Deus criou os economistas, para que os meteorologistas tivessem alguma credibilidade...
Abraço