sexta-feira, 11 de maio de 2012

Um duplo K.O. vinha mesmo a matar

Não é de excluir que possamos assistir nos próximos dias, ou, quem sabe, nas próximas horas, a um combate de pugilato em São Bento, com  Passos/Coelho a esgrimir, com a direita,  que o “Estar desempregado não pode ser (...) um sinal negativo" e que o "Despedir-se ou ser despedido não tem de ser um estigma, tem de representar também uma oportunidade para mudar de vida" e Vítor Gaspar a responder, com a esquerda,  que  Comparado com outras experiências negativas, a satisfação de vida de um desempregado não se recupera, mesmo depois de estar desempregado há muito tempo”.
Espera-se, a bem da emoção do espectáculo, que o combate seja o mais duro possível. Tanto melhor, se terminar num duplo K.O. 

2 comentários:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não há quem ponha um açaime no homem para não o deixar falar?
Ao pé dele até o Gaspar consegue parecer humano!
Abraço e bom fds

Isa GT disse...

O Gaspar? Parece que ele explicou a jovens num encontro internacional, que o trauma do desemprego, ao contrário de todos os outros, não melhora com o passar do tempo, o que segundo ele é coisa estranha... não se percebe bem o que ele quer dizer com isto mas se ele que é Ministro acha estranho... que diremos nós... e os que o sentem na pele.