segunda-feira, 14 de maio de 2012

Incrédulos e mal agradecidos


A comissão de trabalhadores (CT) da RTP propôs nesta segunda-feira que a tutela da estação pública de televisão passe para a comissão parlamentar para a Ética e Comunicação, questionando a idoneidade do ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas.
Onde é que já se viu um tal desaforo ?
Então anda o ministro adjunto e dos Assuntos Parlamentares a tratar do futuro da RTP e dos seus trabalhadores  e a respectiva CT é assim que agradece todo o esforço que o homem tem andado a desenvolver.Francamente! 
Será que a CT da RTP não ouviu o nosso, em má hora, primeiro-ministro garantir que mantém toda a confiança em Relvas? E vejam, seus incréus, que Passos/Coelho nem precisa de provas. Basta-lhe que o ministro Relvas "negue" ter havido alguma relação entre ele e o homem das Secretas. 
Isto, sim, é que é confiança. Aprendam, seus desconfiados.

1 comentário:

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Falta de idoneidade, o Relvas? A CT da RTP não está a bater bem da bola!
O Relvas é de uma seriedade sem precedentes. Quando não se ri, claro...